Mulher-Maravilha faz 80 anos e, entre as muitas comemorações, traz uma nova personagem para Injustice 2

A Wonder Woman, ou Mulher Maravilha, faz 80 anos. A Mulher Maravilha apareceu pela primeira vez em na edição nº8 de “All Star Comics” em 21 de Outubro de 1941 numa história de apoio destinada a testar o seu apelo numa época em que super-heróis femininos eram raros. Uma favorita instantânea, Mulher Maravilha logo teve direito ao seu próprio título independente menos de um ano depois. As gerações subsequentes conheceram a princesa amazónica com pulseiras de prata nos pulsos e um laço mágico na cintura devido à sua série de TV de sucesso dos anos 1970, bem como papéis em programas de animação e filmes. O filme inovador Mulher Maravilha de 2017, da realizadora Patty Jenkins e protagonizado por Gal Gadot, foi o filme de acção de maior receita de todos os tempos para uma realizadora no lançamento. A sequela, Mulher Maravilha 1984 estreou na HBO Max e nos cinemas mundialmente em 25 de Dezembro de 2020. A Warner Bros. Pictures confirmou que o terceiro filme da Mulher Maravilha com Gadot também será escrito por Jenkins.

A Mulher Maravilha foi criada pelo psicólogo e escritor americano William Moulton Marston (pseudónimo: Charles Moulton), e pelo artista Harry G. Peter. A esposa de Marston, Elizabeth, e a sua companheira, Olive Byrne, serviram de inspiração para a aparência da personagem.

Reza a história que a Mulher Maravilha foi esculpida em argila pela sua mãe a rainha Hipólita, e recebeu uma vida como amazona, junto com poderes sobre-humanos como presentes dos deuses gregos. Criada durante a Segunda Guerra Mundial, a personagem foi inicialmente retratada a lutar contra as forças do Eixo, bem como contra uma variedade de super-vilões coloridos, embora com o tempo as suas histórias tenham dado maior ênfase aos personagens, divindades e monstros da mitologia grega.

Marcando o 80º aniversário da Mulher Maravilha, a DC, a Warner Bros. Global Brands and Experiences e a WarnerMedia divulgaram planos adicionais para uma celebração global da icónica Super Heroína. Em homenagem ao legado que a Princesa Diana de Themyscira manteve desde 1941, o Character Hall of Fame da Comic-Con apresentará a Mulher Maravilha virtualmente na quinta-feira, 21 de Outubro, o Dia da Mulher Maravilha. A DC continua a homenagear o 80º aniversário da Mulher Maravilha e o impacto da personagem nos quadradinhos, filmes, televisão com uma linha impressionante de peças de publicação, parcerias, lançamentos especiais e iniciativas.

Também em homenagem ao 80º aniversário da Mulher Maravilha, a Warner Bros Games e o NetherRealm Studio apresentarão “Classic Wonder Woman” no jogo Injustice 2 Mobile. A personagem aparece como um lutador de ouro totalmente novo baseado nas primeiras aparições em papel da lendária super heroína.

Classic Wonder Woman chega ao título com as suas características originais, mas também com um toque moderno que mostra o seu lugar actual no universo DC. Como a força motriz da equipa, Classic Wonder Woman aumenta a capacidades dos seus companheiros de equipa, em especial do da equipa Classic. Ela também é equipada com fortes habilidades de suporte, que capacitam outras Mulheres Maravilhas e outros super-heróis clássicos e aumentarem as suas possibilidades de obter talentos raros e épicos.

Os fãs podem ter acesso a Classic Wonder Woman apenas através do Injustice Pass, um novo recurso lançado no modo beta que permitirá que eles ganhem recompensas no jogo, incluindo joias e créditos, ao completar níveis de objectivos toda semana. Os fãs que perderem o Wonder Pass ainda terão a hipótese de obter a Classic Wonder Woman durante um evento especial de invasão em Novembro.

A chegada de Classic Wonder Woman completa a equipa Injustice 2 Mobile Classic, juntamente com Classic Batman e Classic Superman, que foram lançados aquando dos seus respectivos 80 anos com os seus estilos de quadradinhos inimitáveis. As habilidades de Classic Batman e de Classic Superman foram melhoradas, tornando a sinergia da Equipa Clássic mais forte do que nunca.

Partilhe este artigo:

por Paulo Miranda

Fundador do projecto Foneplay, desde muito cedo entusiasta pela tecnologia, tendo acompanhado toda a evolução da internet e telemóveis. Trabalha nesta área há muitos anos sendo fã de jogos e de todos os assuntos relacionados com as telecomunicações móveis. Facebook | LinkedIn

Ver todos os posts de Paulo Miranda →

Deixe uma resposta

Os comentários, que são moderados antes de serem publicados, são da exclusiva responsabilidade dos seus autores. A Foneplay reserva-se no direito de excluir comentários que achar não serem adequados.