Jujutsu Kaisen Phantom Parade anunciado para Android e iOS

O popular anime / manga Jujutsu Kaisen irá receber uma adaptação para um jogo de RPG móvel. O anúncio foi feito na página oficial no Twitter, revelando o título como Jujutsu Kaisen Phantom Parade.

A história de Jujutsu Kaisen segue o estudante japonês Yuji Itadori, um rapaz altamente atlético que opta por inscrever-se num clube de ocultismo em vez de um clube desportivo, apesar das suas proezas. Para a sua surpresa, os eventos ocultos e sobrenaturais são reais. Ele eventualmente junta-se a uma organização secreta de Feiticeiros de Jujutsu para matar uma poderosa maldição chamada Ryomen Sukuna, de quem Yuji torna-se o hospedeiro após comer um dedo podre amaldiçoado.

Não foram reveladas muitas informações sobre Phantom Parade, apenas que será um jogo de RPG, o que significa que haverá um sistema de gacha envolvido. Os alunos do primeiro ano do Tokyo Jujutsu High, Itadori Yuji, Fushigiro Megumi e Kugisaki Nobara foram confirmados como personagens do jogo. Mas, claro, as crianças precisariam de alguma orientação dos seus mentores Gojo Satoru e Nanami Kento, que também aparecerão ao lado do trio.

Sumzap ainda não anunciou a data de lançamento de Jujutsu Kaisen Phantom Parade, mas já está programado para lançamento no Japão. Um lançamento global deverá estar garantido dado o sucesso internacional de Jujutsu Kaisen.

Jujutsu Kaisen tem actualmente uma adaptação de anime de 24 episódios e um filme intitulado Jujutsu Kaizen Zero.

Partilhe este artigo:

por Paulo Miranda

Fundador do projecto Foneplay, desde muito cedo entusiasta pela tecnologia, tendo acompanhado toda a evolução da internet e telemóveis. Trabalha nesta área há muitos anos sendo fã de jogos e de todos os assuntos relacionados com as telecomunicações móveis. Facebook | LinkedIn

Ver todos os posts de Paulo Miranda →

Deixe uma resposta

Os comentários, que são moderados antes de serem publicados, são da exclusiva responsabilidade dos seus autores. A Foneplay reserva-se no direito de excluir comentários que achar não serem adequados.