Google apresentou o Stadia, o seu serviço de streaming de jogos

A Google apresentou hoje na edição deste ano do Game Developers Conference (GDC) o seu novo serviço de streaming de jogos designado de Google Stadia e que será acessível por qualquer pessoa em qualquer dispositivo: desktops, laptops, smartphones e tablets.

O serviço criado pelo gigante de Mountain View foi projectado para fornecer uma plataforma de jogos acessível por qualquer pessoa, permitindo a transmissão simultânea de jogos utilizando os data centers da Google para fazer streaming directo. Com o Google Stadia não é preciso nenhuma instalação e nenhum patch, com os jogos a serem acedidos através do YouTube.

A nova plataforma de jogos, além de ser compatível com joypads, teclados e mouses USB, também pode ser utilizada com o novo comando criado pela Google que garantirá algumas funcionalidades exclusivas, incluindo um botão para transmitir no YouTube e outro para activar o assistente de voz.

Comando dedicado ao serviço Google Stadia

Os jogos serão visualizados com uma resolução de 4K, com suporte para 8K a ser introduzido no futuro. Entre os jogos anunciados está incluído o Doom Eternal, um título anunciado pela Bethesda na E3 de 2018.

O Google Stadia também promete recursos exclusivos, incluindo a partilha dos jogos gravados via State Share e a possibilidade de ingressar em jogos multiplayer, com um simples clique, graças ao sistema Crowd Play, independentemente do dispositivo utilizado.

O Google decidiu tornar-se na Netflix dos jogos e muitas proeminentes editoras da indústria, incluindo a Ubisoft, id Software e Epic Games, decidiram apoiar o projecto.

No entanto, o serviço ainda careca de algumas informações importantes, não tendo existido nenhuma menção aos preços nem à largura de banda mínima necessária para aceder ao serviço. Mais informações são esperadas lá mais para o verão, com o lançamento do Google Stadia agendado para o final de 2019.

por Paulo Miranda

Fundador do projecto Foneplay, desde muito cedo entusiasta pela tecnologia, tendo acompanhado toda a evolução da internet e telemóveis. Trabalha nesta área há muitos anos sendo fã de jogos e de todos os assuntos relacionados com as telecomunicações móveis.

Ver todos os posts de Paulo Miranda →