The Captain is Dead, o comando da nave é teu, consegues salvar a tripulação?

Os muitos anos de rigoroso treino na academia espacial apontavam todos para este momento singular… estás pronto para assumir o comando da nave e salvar a tripulação? É bom que estejas, porque o capitão está morto. Desenvolvido com base no jogo de tabuleiro, o jogo pega na experiência original do jogo e transporta-a para o futuro, para uma aventura de estratégia e sobrevivência.

Preso nas profundezas geladas do espaço, deves assumir o controlo da tua tripulação rebelde enquanto eles reparam a nave e ficam em alerta para repelir os inimigos. A esperança não está perdida, porém, como cada membro da tripulação tem um conjunto muito particular de habilidades desde o alferes veloz, e tripulante dispensável, até ao almirante endurecido pela batalha. Cabe a ti alavancar as habilidades únicas de cada personagem para evitar a aniquilação total e absoluta num sector remoto e proibido da galáxia.

Mas não te preocupes, a IA a bordo da nave está sempre pronta com dicas estratégicas para ajudar a salvar a tripulação, tudo o que precisas fazer para sobreviver é actualizar a tua nave com ciência, destruir frotas alienígenas com torpedos, curar a tripulação num tanque esquisito e flutuante, dar um soco nos tentáculos de xenomorfos e entrar no hiperespaço para fugir de lá. Quão difícil pode isto ser?

O jogo destaca-se pelo peculiar e colorido grafismo que dão vida a um estilo de arte único, aliado a um elenco de vozes super talentoso, com Kevan Brighting (The Stanley Parable, Void Bastards, Portal) e Elias Toufexis (Star Trek Discovery, The Expanse, Deus Ex), que emprestam as suas vozes à equipa sitiada, apoiados por uma banda sonora empolgante do produtor de synthwave, Occams Laser , que remixa instantaneamente para manter as batidas em sincronia com a devastação no ecrã.

The Captain is Dead
The Captain is Dead
Partilhe este artigo:

por Paulo Miranda

Fundador do projecto Foneplay, desde muito cedo entusiasta pela tecnologia, tendo acompanhado toda a evolução da internet e telemóveis. Trabalha nesta área há muitos anos sendo fã de jogos e de todos os assuntos relacionados com as telecomunicações móveis. Facebook | LinkedIn

Ver todos os posts de Paulo Miranda →

Deixe uma resposta

Os comentários, que são moderados antes de serem publicados, são da exclusiva responsabilidade dos seus autores. A Foneplay reserva-se no direito de excluir comentários que achar não serem adequados.