Orwell’s Animal Farm, jogo baseado no romance anti-soviético de George Orwell, será lançado a 10 de Dezembro

Enquanto o mundo aguarda os resultados das eleições presidenciais dos EUA desta semana, The Dairymen e Nerial, criadores da popular série de jogos Reigns, anunciaram hoje que o jogo George Orwell’s Animal Farm será lançado para PC e mobile a 10 de Dezembro.

Agosto passado marcou os setenta e cinco anos desde que o romance foi publicado em 1945, e ainda hoje, o comentário sutil, embora afiado, de Orwell sobre a natureza corrupta do poder permanece indiscutivelmente fresco e relevante como sempre.

Animal Farm, que conta com o apoio total do Orwell Estate, será um jogo de aventura narrativo e baseado em escolhas que colocará o jogador no centro de uma revolução alegórica. Ao escolher qual dos desejos dos animais pretendem seguir, e quem é ignorado ou marginalizado, os jogadores irão influenciar os eventos que definem o destino da quinta. Os jogadores devem planear estratégias para equilibrar os recursos, defender a quinta e manter a população animal feliz.

Imre Jele, fundador do projeto disse que “há muito tempo queria explorar como, por meio dos videojogos, poderíamos criar uma experiência que imergisse o jogador na visão de Orwell. Com o desenrolar do projecto, parecia cada vez mais vital levar o estudo de Orwell sobre desigualdade, poder e controlo a um novo público. Enquanto eu vejo os eventos mundiais a desenrolarem-se – Brexit, Trump, Putin, Orban, Erdogan – e vejo vários líderes usarem tácticas do manual populista e nacionalista: às vezes parece que Animal Farm não é ficção, mas realidade.

O jogo permitirá que o jogador escolha a sua própria aventura, enquanto cria, subverte ou sacrifica os diferentes animais e vê as suas diferentes estratégias políticas em acção. Será preciso cuidar da quinta durante sete anos de Animalismo. Será que o jogador consegue evitar a sua manipulação e a queda para a decadência?

Será preciso gerir os assuntos e sentimentos dos animais, não esquecendo preencher o manual com informações sobre cada um e registar eventos. Será ainda necessário prepare-se para a batalha construindo as defesas da quinta e aumentando a produção de recursos. Idílicas primaveras, doces verões, outonos dourados e invernos amargos devem ser navegados a cada ano que passa, à medida que o Animalismo avança.

O jogador terá que escolher as suas maquinações políticas: Vigilância, Reeducação ou Banhos de sangue. Será preciso alcançar até 6 destinos e encontrar 8 finais diferentes. Existem 48 conquistas no manual da quinta para serem completadas.

Partilhe este artigo:

por Paulo Miranda

Fundador do projecto Foneplay, desde muito cedo entusiasta pela tecnologia, tendo acompanhado toda a evolução da internet e telemóveis. Trabalha nesta área há muitos anos sendo fã de jogos e de todos os assuntos relacionados com as telecomunicações móveis. Facebook | LinkedIn

Ver todos os posts de Paulo Miranda →

Deixe uma resposta

Os comentários, que são moderados antes de serem publicados, são da exclusiva responsabilidade dos seus autores. A Foneplay reserva-se no direito de excluir comentários que achar não serem adequados.