Pac-Man comemora hoje 40 anos e continua como a grande estrela do mundo dos jogos

Pac-Man comemora hoje o 40º aniversário com actividades futuras e parcerias para comemorar este marco com os fãs ao redor do mundo. O ícone dos videojogos e da cultura pop chega aos 40 anos mais relevante do que nunca, com inúmeras iniciativas na área dos jogos, parcerias de produtos e colaborações com marcas.

Nascido em 22 de Maio de 1980, o PAC-MAN imediatamente alcançou o estrelato, primeiro nas máquinas de jogos (arcades), depois no palco da cultura pop com a música “Pac-Man Fever”, e através de uma variedade de associações a marcas e entretenimento ao longo das décadas de 1980 e 1990. Com uma taxa de reconhecimento de marca mundial de 90%, a imagem e a marca Pac-Man continua a ser uma das mais reconhecidas no planeta.

Mas, como surgiu um dos maiores clássicos dos videojogos de sempre?

O criador do Pac-Man, o japonês Toru Iwatani, procurava algo alternativo aos jogos de tiro e violência que proliferavam no início dos anos 80. Numa época em que os gráficos dos computadores deixavam muito a desejar, Iwatani precisava arranjar algo simples mas apelativo, que fizesse lembrar um desenho animado. Segundo reza a lenda, a ideia surgiu numa noite de farra com os amigos quando Iwatani olhou para uma pizza com menos uma fatia e achou que seria algo original para o personagem do seu novo jogo. O fenómeno nasceu e foi baptizado de Puck-Man, originário do termo japonês paku-paku que significa a boca de alguém a abrir e a fechar.

Inicialmente o jogo foi lançado pela Namco, a empresa para a qual Iwatani trabalhava, mas não tardou para que o sucesso do jogo chegasse aos EUA e foi ainda em 1980 que a Midway Games comprou os direitos e levou menos de um ano a pôr o jogo nas luzes da ribalta.

Nos EUA, Puck-Man teve de assumir uma nova identidade, receando-se os trocadilhos que se poderiam fazer com o nome do jogo, optou-se pelo nome Pac-Man. O sucesso foi imediato, trazendo para o mercado uma lufada de ar fresco em relação aos outros jogos da época, mas mantendo a diversão viciante. É então que, pela primeira vez, um videojogo dava origem a parques temáticos e uma cadeia de merchandising. Por todo o lado eram vendidos T-Shirts, chávenas de café, peluches, canetas, etc.

Ao longo do tempo foram lançados diversos jogos com o personagem, mas nenhum com o mesmo impacto que o original. Pac-Man tem sido um verdadeiro sobrevivente, tendo passado pela evolução dos computadores, da internet, dos Gameboys, da Playstation, dos telemóveis, do iPhone, com mais versões e intermináveis adaptações, tornando-se fonte de inspiração para jogos semelhantes.

Comemorações dos 40 anos

Embora Pac-Man tenha ido para além do mundo do entretenimento, o seu coração ainda reside nos videojogos. Como parte das celebrações deste aniversário, haverá novidades no campo dos jogos, com a Bandai Namco a começar com o lançamento, em parceria com a Amazon Games, de “Pac-Man Live Studio” na plataforma Twitch que permitirá que quatro jogadores possam competir num labirinto para ver quem consegue comer mais pastilhas e sobreviver ao nível. Os jogadores também poderão criar os seus próprios labirintos partilhá-los com os amigos on-line ou jogar o clássico jogo.

Para fãs da experiência arcade, será lançada uma máquina comemorativa, a Tastemakers 40th Anniversary Arcade 1UP, para além de uma versão limitada da máquina original assinada por Toru Iwatani, existindo apenas 256 unidades.

Outras iniciativas incluem um novo brinquedo Tamagotchi alusivo ao personagem, um livro comemorativo com uma retrospectiva do personagem ao longo desta quatro décadas, e um novo conjunto de músicas que serão divulgadas até ao próximo dia 24 de Julho, que depois serão juntas num álbum especial que estará disponível nas principais plataformas de streaming de música.

Join the Pac é a música oficial do 40º aniversário de Pac-Man

Por fim, o Pac-Man participou recentemente na iniciativa da Google “Stay Home and Play” através da inclusão do popular Doodle do 30º aniversário que apresentava um labirinto Pac-Man totalmente jogável, integrado ao logotipo do Google. Em 2010, este Doodle resultou em, aproximadamente 4,8 milhões de horas de jogo em todo o mundo.

O Pac-Man foi realmente a primeira superestrela da nossa indústria e seu poder de permanência diz muito sobre as experiências que ele deu aos fãs e o amor que eles deram a ele em troca.” disse Hervé Hoerdt, vice-presidente sénior de marketing digital e conteúdo da Bandai Namco Entertainment Europe. “Embora 2020 esteja a ser um ano difícil para todos, esperamos que os nossos fãs possam incorporar o desejo do Pac-Man de sempre seguir em frente, nunca recuar diante da adversidade e enfrentar qualquer desafio!

Mas independentemente de todas as melhorias e inovações, Pac-Man continua a aparecer e a avançar, como se a tecnologia fosse apenas mais uma pastilha no labirinto que tem que percorrer até nós.

Para seguirem todas estas iniciativas dos 40 anos de Pac-Man, acedam ao site oficial.

Partilhe este artigo:

por Paulo Miranda

Fundador do projecto Foneplay, desde muito cedo entusiasta pela tecnologia, tendo acompanhado toda a evolução da internet e telemóveis. Trabalha nesta área há muitos anos sendo fã de jogos e de todos os assuntos relacionados com as telecomunicações móveis. Facebook | LinkedIn

Ver todos os posts de Paulo Miranda →

Deixe uma resposta

Os comentários, que são moderados antes de serem publicados, são da exclusiva responsabilidade dos seus autores. A Foneplay reserva-se no direito de excluir comentários que achar não serem adequados.