Lokals chega na primavera a Lisboa e pretende criar ofertas turísticas criadas por habitantes locais

A Lokals, projecto criado em Miami por dois fundadores, um deles luso-italiano nascido da Suíça, anunciou hoje que chegará a Lisboa durante a primavera deste ano. A Lokals tem como objectivo criar experiências únicas e personalizadas pela mão de quem vive, trabalha ou estuda nas regiões que se pretendem visitar. A Lokals não disponibiliza experiências pré-definidas, mas sim a possibilidade de ligar pessoas com interesses comuns, com programas flexíveis, durante vários dias.

O “lokal”, pessoa que irá realizar a visita, inscreve-se na plataforma e cria um perfil com as suas preferências (desde a restauração, arte e cultura, saídas nocturnas, eventos, desporto, etc). Ao aceder à aplicação, um potencial lokal pode seleccionar até dez critérios para tornar mais fácil a escolha ao turista. Este também irá definir o seu perfil e a ligação entre ambos surge quando as preferências coincidem.

Queremos dar total liberdade a um lokal para fazer o seu próprio plano de visitas e adaptá-lo ao máximo ao seu gosto e conhecimento, queremos que se sintam autónomos. A Lokals foi concebida para todos, pretendendo criar uma rede de guias que pretendam dar a conhecer as cidades onde vivem de forma uma forma única e inovadora que não se encontra presente no mercado. Queremos unir pessoas, interesses e facilitar as viagens de cada um, fazendo com que se mergulhe na cultura de um país através do conhecimento dos seus habitantes. A Lokals é uma app que junta a inovação, a interacção entre pessoas, em que um lokal é alguém entre um amigo e um guia“, explica o luso-italiano Francesco Catemario di Quadri, um dos fundadores da Lokals.

A Lokals vai ser lançada em Lisboa, mesmo antes dos Estados Unidos, onde a empresa tem sede. Consideramos a capital portuguesa um hub global de Turismo, que tem registado um crescimento muito significativo de turistas nos últimos anos“, sublinha outro dos fundadores, Alexander Mitzman.

A aplicação vai estar inicialmente disponível em inglês, sendo possível saber que línguas são faladas pelos utilizadores. A app estará disponível em telemóveis Android e iOS, contando ainda com uma página de internet.

Partilhe este artigo:

por Paulo Miranda

Fundador do projecto Foneplay, desde muito cedo entusiasta pela tecnologia, tendo acompanhado toda a evolução da internet e telemóveis. Trabalha nesta área há muitos anos sendo fã de jogos e de todos os assuntos relacionados com as telecomunicações móveis. Facebook | LinkedIn

Ver todos os posts de Paulo Miranda →

Deixe uma resposta

Os comentários, que são moderados antes de serem publicados, são da exclusiva responsabilidade dos seus autores. A Foneplay reserva-se no direito de excluir comentários que achar não serem adequados.