Nokia criou uma nova tecnologia que duplica a durabilidade da bateria dos smartphones

Temos assistido a muitos avanços tecnológicos nos smartphones, excepto nas baterias que pouco ou nada têm evoluído ao longo dos últimos anos. A iminente chegada do 5G tem criado alguma preocupação nos fabricantes uma vez que irá exigir mais dos equipamentos, o que levará ao sobre-aquecimento e aumento da utilização dos mesmos, o que fará com que os dispositivos necessitem de ser carregados mais vezes, implicando uma redução da sua vida útil.

A Bell Labs, subsidiária da Nokia, revelou ter desenvolvido uma tecnologia que aumenta a durabilidade da carga das bateria em até 2,5 vezes, isto sem alterar a sua estética, ou seja, não comprometendo a espessura dos futuros smartphones.

Paul King, um dos principais investigadores do projecto e membro da equipa técnica da Nokia Bell Labs, afirma o seguinte: “Ao colocar mais energia num espaço menor, essa nova tecnologia de baterias terá um profundo impacto no 5G e em todo o mundo em rede. A combinação do conhecimento da indústria e dos dispositivos da Nokia Bell Labs com a experiência em ciência de materiais da AMBER permitiu-nos enfrentar um problema extremamente difícil envolvendo várias disciplinas. Os nossos resultados foram alcançados através do modo profundamente colaborativo em que trabalhamos, ressaltando o valor de nos termos envolvido com a AMBER como parte da nossa estratégia de pesquisa global.

Segundo a Nokia, foi registada uma patente para a nova tecnologia e há planos para comercializá-la no futuro, não avançando com datas mas apenas que poderá estar presente na próxima geração de smartphones.

por Paulo Miranda

Fundador do projecto Foneplay, desde muito cedo entusiasta pela tecnologia, tendo acompanhado toda a evolução da internet e telemóveis. Trabalha nesta área há muitos anos sendo fã de jogos e de todos os assuntos relacionados com as telecomunicações móveis.

Ver todos os posts de Paulo Miranda →